Instruções aos Autores

TUTORIAL SOBRE O PROCESSO DE SUBMISSÃO

Taxa de Processamento de Artigo (APC): R$ 300,00 (trezentos reais)

Baixe o Template do Manuscrito em Português neste link ----> TEMPLATE [PORTUGUÊS]

Baixe o Template do Manuscrito em Inglês neste link  -----> TEMPLATE [INGLÊS]

 

 

Idiomas aceitos: Inglês e português.

Tipos de artigos: Artigos Originais e Artigos de Revisão.

ARTIGOS ORIGINAIS devem apresentar pesquisas primárias originais. O texto principal deve ter entre 5000 e 10000 palavras.

ARTIGOS DE REVISÃO devem apresentar a evolução e o cenário atual de um determinado assunto, bem como sintetizar o estado atual de compreensão de um tema dentro de um assunto específico em revisões narrativas, integrativas, sistemáticas e bibliométricas. Não há limite de palavras nesta categoria.

 

ESTRUTURA PRINCIPAL

Título. Resumo. Palavras-chave. Graphical Abstract. Introdução. Material e Métodos (ou Metodologia para Artigos de Revisão). Resultados e Discussão. Conclusão. Agradecimentos. Contribuições dos autores. Financiamento. Disponibilidade de dados e materiais. Declarações (se aplicável): Aprovação ética e consentimento para participar; Consentimento para publicação; Interesses competitivos. Referências.

 

Mais detalhes para cada item são indicados abaixo.

TÍTULO. O título de todos os manuscritos deve estar em INGLÊS e PORTUGUÊS com letras maiúsculas somente no início da sentença, e itálico para nomes científicos quanto necessário. Evite abreviações não convencionais.

NOMES DOS AUTORES. Devem ser apresentados por extenso (sem abreviação) com letras maiúsculas apenas para a primeira letra de cada nome.

INFORMAÇÕES DOS AUTORES. Além de seus nomes completos, forneça os seguintes detalhes nesta sequência: instituição, ORCID, e e-mail(s). Ao indicar as informações institucionais, inclua o departamento ou setor, nome da universidade ou instituto de pesquisa, cidade, CEP, estado e país. ATENÇÃO: Ressaltamos que cada autor possui um número ORCID único, obrigatório para registro no DOI. Em caso de erro, o DOI não é registrado, atrasando o processo de publicação. Caso não possua ORCID, cadastre-se no site https://orcid.org/.

 

EXEMPLO:

Marie Curie , Charles Babbage b, Thomas Alva Edison a, Albert Einstein b*

a Nome do Departamento/Instituto, Nome da Universidade/Instituto, CEP, Cidade, Estado, País.

b Nome do Departamento/Instituto, Nome da Universidade/Instituto, CEP, Cidade, Estado, País. 

*Autor Correspondente: email@email.com

ORCID

Marie Curie: https://orcid.org/0000-0000-0000, email@email.com

Charles Babbage: https://orcid.org/0000-0000-0000, email@email.com

Thomas Alva Edison: https://orcid.org/0000-0000-0000, email@email.com

Albert Einstein: https://orcid.org/0000-0000-0000, email@email.com

 

RESUMO. O resumo de todos os manuscritos deve estar em INGLÊS e PORTUGUÊS. O resumo deve ser estruturado com um breve histórico, incluindo o objetivo do artigo, uma breve explicação da metodologia, um foco maior nos resultados e uma breve conclusão do estudo. Minimize o uso de abreviaturas e não cite referências no resumo.

PALAVRAS-CHAVE. As palavras-chave de todos os manuscritos devem estar em INGLÊS e PORTUGUÊS. Entre 5 e 8 palavras-chave (diferentes das do título) que representem o conteúdo principal do artigo. Evite abreviaturas e siglas.

GRAPHICAL ABSTRACT

Os autores são incentivados a incluir um resumo gráfico com os principais objetivos de seu estudo ou revisão, a fim de ilustrá-lo e representá-lo como uma imagem. Isso também ajudará a Editora a divulgar e promover os artigos nas mídias sociais. Os termos usados no Graphical Abstract também devem ser em INGLÊS ou PORTUGUÊS . Confira algumas dicas sobre isso nestes websites.

Mind the Graph

BioRender

A partir de agosto de 2023, o Graphical Abstract será obrigatório para todos os periódicos do RoyalDataset.

CORPO DO TEXTO

  1. INTRODUÇÃO. Esta seção deve explicar os antecedentes do estudo, seus objetivos, um resumo da literatura existente e atual e porque este estudo foi necessário, enfatizando também a lacuna que sua pesquisa está preenchendo.
  2. MATERIAL E MÉTODOS (OU METODOLOGIA).Esta seção deve indicar todos os métodos usados no estudo, incluindo a devida referência. No caso de métodos já descritos na literatura, indicar resumidamente as informações essenciais e citar a referência; os detalhes são necessários apenas se houver alterações, modificações ou adaptações no método. A análise estatística (se aplicável) deve ser indicada adequadamente, incluindo detalhes sobre o número de repetições, nível de significância escolhido, o uso de média ± desvio padrão ou erro, software utilizado etc. Os softwares estatístico e de edição gráfica utilizados também devem ser indicados adequadamente. No caso de Artigo de Revisão, deve-se fornecer a devida indicação das bases de dados escolhidas e o principal protocolo utilizado para inclusão e exclusão de artigos para o manuscrito, bem como o intervalo de anos em que a literatura selecionada foi publicada.
  3. RESULTADOS E DISCUSSÃO. Esta seção deve conter os resultados do estudo, incluindo, se for o caso, os resultados da análise estatística, que devem ser incluídos no texto ou na forma de tabelas e figuras. Para artigos de pesquisa, esta seção deve discutir as implicações dos resultados no contexto da pesquisa existente e destacar as limitações do estudo. Evite usar meras comparações com dados da literatura sem maiores detalhes. Em vez disso, os autores são encorajados a explicar os principais motivos e prováveis fatores que causaram as respostas primárias obtidas, enfatizando os principais fenômenos envolvidos. Para protocolos de estudo e manuscritos de metodologia, esta seção deve incluir uma discussão de quaisquer questões práticas ou operacionais envolvidas na realização do estudo e quaisquer questões não abordadas em outras seções.
  4. CONSIDERAÇÕES FINAIS OU CONCLUSÃO. Esta seção deve incluir uma reafirmação do tema principal estudado e fornecer um resumo das principais inferências que os autores obtiveram em seu estudo. Por favor, evite repetir dados numéricos desnecessários ou retornar detalhes sobre materiais e métodos. O foco deve ser as principais conclusões que possam ser úteis aos leitores para entender se o objetivo principal do estudo foi alcançado. Os autores também podem indicar as principais desvantagens e sugerir qualquer contribuição que possa ser estudada posteriormente para resolver um problema não abordado pelo presente estudo.

AGRADECIMENTOS

Por favor, reconheça qualquer pessoa que tenha contribuído para o artigo que não atenda aos critérios de autoria, incluindo qualquer pessoa que tenha fornecido serviços ou materiais de redação profissional. Por favor, escreva “Não aplicável” nesta seção se você não tiver ninguém para agradecer.

CONTRIBUIÇÕES DOS AUTORES

As contribuições individuais dos autores para o manuscrito devem ser especificadas nesta seção. Use INICIAIS para se referir à contribuição de cada autor nesta seção. Indique que “Todos os autores leram e aprovaram o manuscrito final”. Consulte o CRediT (Taxonomia de papéis do colaborador) disponível em https://credit.niso.org/

FINANCIAMENTO

Todas as fontes de financiamento para a pesquisa relatada devem ser declaradas. O papel do órgão financiador no desenho do estudo e na coleta, análise e interpretação dos dados e na redação do manuscrito deve ser declarado.

DISPONIBILIDADE DE DADOS E MATERIAIS.

Todos os manuscritos devem incluir uma declaração de 'Disponibilidade de dados e materiais'. As declarações de disponibilidade de dados devem incluir informações sobre onde os dados que suportam os resultados relatados no artigo podem ser encontrados, incluindo, quando aplicável, hiperlinks para conjuntos de dados arquivados publicamente analisados ou gerados durante o estudo. Por dados, queremos dizer o conjunto mínimo de dados necessário para interpretar, replicar e desenvolver as descobertas relatadas no artigo. Reconhecemos que nem sempre é possível compartilhar dados de pesquisa publicamente, por exemplo, quando a privacidade individual pode ser comprometida e, nesses casos, a disponibilidade de dados ainda deve ser declarada no manuscrito, juntamente com quaisquer condições de acesso. Indique “Não aplicável” nesta seção se o seu manuscrito não contiver nenhum dado.

 

DECLARAÇÕES (SE APLICÁVEL):

a) Aprovação ética e consentimento para participar.

Os manuscritos que relatam estudos envolvendo participantes humanos, dados humanos ou tecido humano devem incluir os seguintes itens:

- Declaração sobre aprovação e consentimento de ética (mesmo quando a necessidade de aprovação foi dispensada)

- Nome do comitê de ética que aprovou o estudo e o número de referência do comitê, se apropriado

Estudos envolvendo animais devem incluir uma declaração de aprovação ética e, para estudos experimentais envolvendo animais de propriedade de clientes, os autores também devem incluir uma declaração de consentimento informado do cliente ou proprietário.

Se o seu manuscrito não relatar ou envolver o uso de qualquer dado ou tecido animal ou humano, indique “Não aplicável” nesta seção.

b) Consentimento para publicação

Se o seu manuscrito contiver os dados de qualquer pessoa individual de qualquer forma (incluindo quaisquer detalhes individuais, imagens ou vídeos), o consentimento para publicação deve ser obtido dessa pessoa ou, no caso de crianças, de seus pais ou responsáveis legais. Todas as apresentações de relatos de casos devem ter consentimento para publicação. Se o seu manuscrito não contiver dados de nenhuma pessoa individual, indique “Não aplicável” nesta seção.

c) Conflitos de Interesses

Todos os conflitos de interesses financeiros e não financeiros devem ser declarados nesta seção. Se você não tiver nenhum interesse conflitante, por favor, indique, “Os autores declaram que não têm interesses conflitantes” nesta seção.

 

REFERÊNCIAS

O artigo deve ter pelo menos 20 referências o mais atuais possível. Os autores devem usar o estilo de referência da American Psychological Association (APA) para citação no texto e referência. Para mais orientações, consulte o Manual de Publicação da American Psychological Association e o respectivo site da Associação ( http://www.apastyle.org/ ). As referências devem ser completas e atualizadas. Colocados em ordem alfabética crescente pelo sobrenome do primeiro autor da referência, não devem ser numerados. Recomendamos que os autores utilizem o software Mendeley (https://www.mendeley.com) ou outro similar para gerenciar suas citações e referências.

Exemplos de Referências no estilo APA:

a) Artigos

Teixeira, G. L., Ghazani, S. M., Corazza, M. L., Marangoni, A. G., & Ribani, R. H. (2018). Assessment of subcritical propane, supercritical CO2 and Soxhlet extraction of oil from sapucaia (Lecythis pisonis) nuts. The Journal of Supercritical Fluids, 133, 122–132. https://doi.org/10.1016/j.supflu.2017.10.003

Herrera, R., Hemming, J., Smeds, A., Gordobil, O., Willför, S., & Labidi, J. (2020). Recovery of bioactive compounds from hazelnuts and walnuts shells: Quantitative–qualitative analysis and chromatographic purification. Biomolecules10(10), 1–16. https://doi.org/10.3390/biom10101363

Cheng, M. H., Dien, B. S., & Singh, V. (2019). Economics of plant oil recovery: A review. Biocatalysis and Agricultural Biotechnology18, 101056. https://doi.org/10.1016/j.bcab.2019.101056

b) Livros

Damodaran, S., & Parkin, K. L. (2017). Fennema’s Food Chemistry (S. Damodaran & K. L. Parkin (eds.); 5a ed.). CRC Press. Boca Raton, EUA.

International Nut and Dried Fruit Council. (2022). International Nut and Dried Fruit Council. In INC Nuts & Dried Fruits Statistical Yearbook 2021/22 (2021/2022). INC International Nut and Dried Fruit Council. Reus, Espanha.

AOAC. (2005). Official Methods of Analysis of the Association Analytical Chemists (Association of Official Agricultural Chemists (ed.); 18a ed.). AOAC International. Maryland, EUA.

AOCS. (1997). Official Methods and Recommended Practices of the American Oil Chemists’ Society (5a ed.). AOCS Press. Urbana, EUA.

c) Capítulos de livros

McClements, D. J., Weiss, J., & Corradini, M. G. (2020). Lipid Emulsions. In Bailey’s Industrial Oil and Fat Products (Vol. 28, Ed. 3, pp. 1–40). John Wiley & Sons.

AOCS. (2014). AOCS Official Method Ce 8-89 - Tocopherols and tocotrienols in vegetable oils and fats by HPLC. In Official Methods and Recommended Practices of the AOCS. AOCS Press. Urbana, EUA.

d) Páginas da Web

Statista. (2022). Consumption of vegetable oils worldwide from 2013/14 to 2021/2022, by oil type. Global Vegetable Oil Consumption 2013, 2022. Acessado em: 22 Jan 2022. Disponível em: <https://www.statista.com/statistics/263937/vegetable-oils-global-consumption/

FAO. (2022). Crops processed. FAOSTAT. Acessado em: 22 Jan 2022. Disponível em: <http://www.fao.org/faostat

Encyclopedia of Life. (2022). Gavilán Tree. Pentaclethra macroloba (Willd.) Kuntze. Acessado em: 22 Jan 2022. Disponível em: <https://eol.org/pages/415851/maps

e) Legislação

Brasil. (2019). Manual de métodos oficiais para análise de alimentos de origem animal (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento) (ed.); 2nd ed.). MAPA.

Brasil. (2021). Instrução Normativa - IN n. 87 de 15 de março de 2021. Diário Oficial da União 51(1), 261.

 

FIGURAS, TABELAS E ARQUIVOS ADICIONAIS

As figuras devem ser numeradas na ordem em que são mencionadas pela primeira vez no texto e carregadas nesta ordem. Figuras multipainéis (aquelas com partes a, b, c, d, etc.) devem ser enviadas como um único arquivo composto contendo todas as partes da figura. Use letras minúsculas (a, b, c, d) para identificar as figuras/gráficos multipainéis.

Os títulos e legendas das figuras devem ser abrangentes e fornecidos no manuscrito principal, não no arquivo gráfico.

Cada figura deve ser recortada para minimizar o espaço em branco ao redor da ilustração. O recorte de figuras melhora a precisão ao colocar a figura em combinação com outros elementos quando o manuscrito aceito é preparado para publicação em nosso site. Para obter mais informações sobre formatos de arquivo de figuras individuais, consulte nossas instruções detalhadas.

Arquivos de figuras individuais não devem exceder 10 MB.

Observe que é responsabilidade do(s) autor(es) obter permissão do detentor dos direitos autorais para reproduzir figuras (ou tabelas) que tenham sido publicadas anteriormente em outro lugar. Para que todas as figuras sejam de acesso aberto, os autores devem ter permissão do detentor dos direitos se desejarem incluir imagens publicadas em outros periódicos de acesso não aberto. A permissão deve ser indicada na legenda da figura, e a fonte deve ser incluída na lista de referências.

 

TIPOS DE ARQUIVOS DE FIGURAS

Aceitamos os seguintes formatos de arquivo para figuras:

  1. EPS (adequado para diagramas e/ou imagens)
  2. Microsoft Excel, Word ou PowerPoint (adequado para diagramas e/ou imagens, as figuras devem ser de uma única página)
  3. TIFF (adequado para imagens)
  4. JPEG (adequado para imagens fotográficas, menos adequado para imagens gráficas)
  5. PNG (adequado para imagens)
  6. CDX (ChemDraw - adequado para estruturas moleculares)
  7. SVG
  8. EMF

Tamanho e resolução da figura

As figuras são redimensionadas durante a publicação do texto completo final e das versões em PDF para estar em conformidade com as dimensões padrão da RoyalDataset Publishing, detalhadas abaixo.

Figuras na web: largura de 600 pixels (padrão), 1200 pixels (alta resolução).

Figuras na versão final em PDF: 85 mm para figura de meia página; 170 mm para uma figura de largura de página inteira; altura máxima de 225 mm para figura e legenda; resolução de imagem de aproximadamente 300 dpi (pontos por polegada) no tamanho final.

As figuras devem ser projetadas de forma que todas as informações, incluindo texto, sejam legíveis nessas dimensões. Quando restrito a larguras de figura padrão, todas as linhas devem ser mais largas que 0,25 pt. Todas as fontes devem ser incorporadas.

Encorajamos os autores a usar software de terceiros para o tratamento adequado dos dados e apresentação de seus gráficos. Nesse caso, é preferível incluir o meta-arquivo no documento do Word em vez de exportá-lo para qualquer formato. Para isso, copie e cole o gráfico/tabela diretamente do software no documento do Word para que o meta-arquivo mantenha a qualidade e a resolução ao exportar o manuscrito final para PDF.

 

PREPARAÇÃO DO TEXTO DO MANUSCRITO PRINCIPAL

  1. Use espaçamento 1,5 entre linhas
  2. Incluir numeração de linhas e páginas
  3. Incluir a numeração dos títulos e subtítulos
  4. Use unidades do sistema internacional (SI): Certifique-se de que todos os caracteres especiais usados estejam embutidos no texto; caso contrário, eles serão perdidos durante a conversão para PDF
  5. Não use quebras de página em seu manuscrito
  6. Use Times New Roman, Arial, Helvetica ou outro tipo de fonte comum tamanho 11

Formatos de arquivo

Os seguintes formatos de arquivo são aceitáveis para o documento manuscrito principal:

  1. Microsoft Word (DOC, DOCX)
  2. Formato de texto rico (RTF)

Ao incluir figuras, tabelas, gráficos e imagens, copie e cole-os diretamente no documento do Word a partir do seu software de edição (Excel, PowerPoint, Statistica, Origin, SAS, GraphPad Prism etc.) para manter a qualidade e a resolução.

Loading...